Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

O que se segue para a China?

A China tem demonstrado paciência e segurança nos seus avanços na exploração espacial. Com os últimos lançamentos, tem demonstrado que se prepara para uma permanência no espaço mais duradoura e que os objectivos estipulados em 2011 são para cumprir.

 

 

Ao contrário da corrida espacial em 1960, a China não está em competição o que faz com que todos os passos do seu programa espacial sejam dados com extrema segurança. Além disso, a China aprendeu claramente com os erros dos outros  tendo em conta os seus sucessos mais recentes.

 

O próximo passo previsto é a colocação em órbita da sua estação espacial de 20 módulos que se prevê completa em 2020. Até lá, há desenvolvimento tecnológico e trabalho de testes para se realizar que até agora se têm revelado bem sucedidos.

 

A China pode não estar pronta para ter tripulações a bordo enquanto realiza operações de alto-risco, como reabastecimento de combustível (por exemplo, Tiangong-1 não liga os propulsores para uma manobra significativa com a tripulação a bordo), o que levanta a possibilidade de demorar ainda algum tempo até vermos uma tripulação chinesa em órbita na estação espacial.

  

Tendo em conta o projecto da estação espacial, claramente um objectivo para as tripulações espaciais chinesas é a duração significativa das missões, mas isto requer que algumas questões, como a do re-abastecimento, sejam resolvidas.

 

As bases do programa espacial da China estão estipuladas no plano de 2011. Não será por isso surpresa que a China consiga enviar uma tripulação à Lua na próxima década. O plano de 2001 menciona de facto a chegada à Lua, mas apenas para pesquisa para elaboração de um plano preliminar para uma alunagem tripulada. Com os recursos financeiros direccionados para estabelecer uma estação espacial, irá levar certamente mais de 5 anos até tornar a alunagem uma realidade.

 

(Podem ler mais sobre este assunto, aqui.)