Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

EUA e Japão de mãos dadas





O administrador da NASA e o Presidente da Agência Espacial Japonesa (JAXA) reuniram-se em Washington no passado dia 10 de Julho para discutir a importância da cooperação internacional no espaço, principalmente a continuação do apoio à Estação Espacial Internacional.


Bolden e Naoki Okumura também conversaram sobre os planos da NASA para uma nova iniciativa no âmbito dos asteróides, previamente anunciada na proposta para o orçamento de 2014 pelo Presidente Obama. Esta foi uma oportunidade para Okumura discutir a potencial colaboração da missão Hayabusa com os planos da NASA.


Esta é a primeira reunião bilateral de Okumura desde que foi nomeado presidente da JAXA em Abril passado.  


Esta reunião bilateral entre EUA e Japão e a cooperação de ambos os países na área espacial é, para mim, claramente uma tentativa de contrabalançar o poderio Chinês na área do espaço. A China tem avançado praticamente sozinha nesta área a passos largos e muito seguros de si (ver o que aqui escrevi sobre a China). O Japão, limitado em parte pela sua Constituição, tem ficado para trás na corrida espacial asiática. Os EUA não demonstraram até agora este tipo de abertura com a China, talvez por temerem o poder espacial chinês e por quererem manter-se na dianteira. Este tipo de aliança, que esta reunião para mim demonstra, irá certamente abrir outras portas para o Japão e (talvez) alterar aos poucos o prato da balança espacial na Ásia.


Pode ler mais sobre esta reunião aqui.