Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

China reforça usa pacífico do espaço

 

 

O vice presidente chinês, Li Yuanchao, na cerimónia de abertura do 64º Congresso Internacional de Astronáutica, apelou ao uso pacífico do espaço como forma de servir os interesses das populaçoes e dos países em todo o mundo. Li afirmou que os recursos espaciais são bens comuns da Humanidade e os países têm direito igual a usar esses recursos. "Será uma benção para a Humanidade se as tecnoclogias espaciais são usadas em prol da Paz; se são usadas para a guerra, será um desastre humano".

 

Na minha opinião, a China iniciou uma operaçao de relações públicas, na tentativa de dissociar o seu programa espacial de uma imagem hostil e com fins, sobretudo, militares para algo em prol da Humanidade e do bem comum. A importância do apoio da sociedade aos programas espaciais que são desenvolvidos pelas nações é verdadeira importante. Acho curioso esta operação de charme, principalmente quando a China é considerada o grande rival dos EUA neste campo. Há semanas atrás, a China comprometeu-se com o Códito Espacial de Conduta, abriu uma competição para que a sociedade civil escolha o nome de uma das suas sondas, e agora, um representante da alta politica chinesa profere este tipo de declarações em público. Estaremos à beira de uma mudança considerável no programa espacial chinês ou é apenas uma tentativa de esconder algo e eliminar suspeitas?

 

Podem ler mais sobre este discurso, aqui e sobre o IAC aqui.

1 comentário

Comentar post