Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Centro aeroespacial alemão ajuda programa brasileiro

 

 

 

 Os presidentes da Agência Espacial Brasileira (AEB), José Raimundo Braga Coelho, e do Centro Aeroespacial Alemão (DLR), Johann Dietrich Wörner, assinaram um acordo de cooperação para a formação de recursos humanos qualificados no âmbito do Programa Ciência sem Fronteiras (CsF) Espacial.

 

O documento, assinado em paralelo com o 64º Congresso Internacional de Astronáutica, em Beijing, na China, visa intensificar a cooperação entre Brasil e Alemanha na área espacial através do intercâmbio de especialistas em projectos e missões de interesse comuns e da qualificação de profissionais em ciência, tecnologia e inovação com cursos de pós-graduação e estágios.

 

O desenvolvimento do acordo concentrar-se-à em áreas tecnológicas de interesse para as duas instituições e será executado com bolsas do CsF. Cabe a AEB e ao DLR indicarem universidades, centros de pesquisa e empresas apropriadas, bem como projectos de cooperação, planeados ou em execução, para qualificar os profissionais.

 

O programa de cooperação entre os dois países tem por base o Acordo-Quadro entre os dois governos sobre pesquisa científica e desenvolvimento tecnológico, de Março de 1996, e o acordo entre a AEB e o DLR sobre cooperação para a exploração e o uso do espaço exterior para fins pacíficos, de Fevereiro de 2002.

 

O CsF Espacial irá oferecer 300 bolsas de estudo até 2014. O CsF é um programa do governo Federal gerido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), ligada ao Ministério da Educação (MEC).

 

 

 

Fonte: Agencia Espacial Brasileira