Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Depois da Alemanha, o Brasil coopera com a Rússia

 

 

 

 

 

 

 

A Rússia e Brasil discutiram as perspectivas de cooperação na indústria espacial tendo em vista o desenvolvimento do ambicioso programa espacial do Brasil, disse o ministro da Defesa russo Sergei Shoigu.

A delegação russa, liderada pelo Shoigu, visitou o Brasil durante uma viagem pela América-Latina, de 14 a 17 de Outubro.

"Discutimos, em particular, o desenvolvimento conjunto de satélites e um programa separado para a indústria espacial brasileira", disse Shoigu aos repórteres em Moscovo. "Nós concordamos em criar um grupo de trabalho de profissionais e especialistas, que em breve começará a elaboração de propostas sobre esta parte da nossa cooperação " acrescentando que os projetos conjuntos incidirão sobre observação remota da Terra e telecomunicações .

O Brasil tem planos ambiciosos para se tornar auto-suficiente enquanto fornecedor de serviços de lançamento e em tecnologia espacial, apesar de seus esforços terem sido ameaçados por uma escassez de financiamento e de pessoal qualificado.

O Brasil recentemente relançou o seu projecto Veículo Lançador de Satélites (VLS -1), que havia sido colocado em espera, em 2003, depois de uma explosão que matou 21 pessoas.

A Rússia está ajudar o Brasil a concluir o projeto VLS-1, usando tecnologia russa sob um acordo prévio entre a Agência Espacial Federal Russa  (Roscosmos) e da Agência Espacial Brasileira (AEB).


Há umas semanas atrás, o Brasil iniciou também uma cooperação com a Alemanha que podem ler mais sobre este assunto aqui.