Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Caiu foguetão russo que iria colocar em órbita 18 satélites

O lançamento do foguetão «Dniéper», que devia colocar em órbita 18 satélites de vários países, incluindo um da Colômbia, fracassou devido a uma falha técnica, informou hoje o Centro de Controlo de Voos Espaciais da Rússia.
«O lançamento do Dniéper deu-se às 19:43 (20:43 em Portugal) de ontem , mas 86 segundos depois apagaram-se os propulsores», disse um porta-voz do Centro à Agência oficial russa Itar-Tass.

Segundo o porta-voz, as causas da falha serão investigadas por uma comissão especial, integrando representantes da empresa construtora e de outras entidades relacionadas com o lançamento.

O «Dniéper» é um foguetão de transporte de categoria ligeira, fabricado com base nas características do míssil balístico intercontinental RS-20 (SS-18, «Satanás», segundo a classificação da NATO.

A reconversão dos «Satanás» e a comercialização dos «Dniéper» está a cargo da Kosmotras, um consórcio russo-ucraniano no qual participam entidades estatais dos dois países.

O director adjunto da agência espacial russa Roscosmos, Yuri Nosenko, disse que os fragmentos do foguetão caíram a 25 quilómetros a sul da plataforma de lançamento e que não causaram vítimas nem danos nas populações vizinhas.

A falha no lançamento pressupõe a perda dos 18 satélites.

Diário Digital / Lusa