Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Razões para ir ao planeta vermelho

02.08.2008

 

 

Há quem diga que devemos colonizar
o espaço para sobreviver
 

 

 

Essencialmente, as razões para colonizar um planeta habitável - que poderá ser Marte, aqui ao lado, ou um planeta extra-solar, ainda por descobrir, semelhante ao nosso - são duas. A primeira é que precisamos de acesso a outros recursos naturais, uma vez que os do nosso planeta estão a esgotar-se; a segunda, porque convém encontrarmos um refúgio no caso de um cataclismo destruir a Terra. Esta segunda razão não é tão disparatada como pode parecer. O celebre físico britânico Stephen Hawking declarou, há uns meses, numa conferência por ocasião do 50.º aniversário da NASA intitulada Por que devemos ir para o espaço, que "a conquista do espaço poderá mesmo determinar se temos ou não futuro". Hawking preconiza a criação de uma base lunar permanente num prazo de 30 anos e o desenvolvimento de sistemas de propulsão que permitam sair do sistema solar. Segundo ele, "se tencionamos viver mais um milhão de anos, vamos ter de ir a sítios onde ainda ninguém foi".

E Richard Gott, astrofísico da Universidade de Princeton, que gosta de profecias dramáticas, disse também recentemente, no New York Times, que, se quisermos perdurar enquanto espécie, temos de nos despachar a estabelecer uma colónia num planeta como Marte. "Se ficarmos apenas num planeta, acabaremos por ser atingidos por alguma coisa". A.G.
 

in Publico