Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Espaço na campanha para as eleições americanas

 

Durante um comício de campanha em New Hampshire ontem, candidato presidencial republicano Donald Trump disse que a ideia de enviar pessoas a Marte é "maravilhosa", mas "primeiro,eu quero reconstruir a nossa infraestrutura." O seu comportamento sugeriu um cepticismo ainda mais profundo.

Trump estava a discursar no comício de campanha em Winnacunnet High School, em Hampton, New Hampshire, quando um jovem que se identificou como um NASA Space Technology Research Fellow, um programa conjunto MIT-Harvard Medical School, perguntou sobre a colocação de seres humanos em Marte. O jovem observou que Trump se queixa de que os Estados Unidos precisam novamente de ter vitórias, e na indústria aeroespacial "uma das nossas maiores vitórias foi colocar o homem na Lua."

Trump concordou com o jovem, mas quando este continuou com a sua pergunta - o que Trump pensa em enviar seres humanos a Marte - opinião da Trump foi apresentada mais pela sua linguagem corporal e o tom de voz que pelas suas palavras. Levantando os ombros e fazendo caretas, Trump respondeu: "Honestamente, acho que é maravilhoso. Primeiro eu quero reconstruir nossa infra-estrutura. OK? Eu acho que é maravilhoso." Ele então olhou para a plateia enquanto apontava para o inquidor com desdém.

O evento foi registrado pela C-SPAN e este epsidócio pode ser visto na sua totalidade a partir do minuto 47:29 (basta clicar aqui).

Trump é o mais recente dos candidatos presidenciais a expressar pontos de vista sobre o programa espacial. Outros candidatos já haviam expressado a sua opinião:

  • Jeb Bush: "Eu sou uma pessoa do espaço";
  • Hillary Clinton: "Eu realmente, realmente apoio o programa espacial" e queria ser um astronauta quando era adolescente.
  • Ted Cruz ofereceu seus pontos de vista sobre os pontos fortes e fracos dos dois capitães de naves espaciais fictícias (Kirk e Picard) durante uma entrevista à imprensa. Mais a sério, ele presidiu as audiências do seu subcomité do Senate Commerce subcommittee on Space, onde ele expressou entusiasmo pelo espaço comercial e programas de exploração da NASA, mas pensa que as ciências da terra não devem ser uma prioridade NASA. Um projecto de lei que ele patrocinou, S. 1297, a Lei de Competitividade Comercial de Lançamento Espacial, foi recentemente aprovada pelo Senado. Cruz disse que o projecto leva adiante "tocha do presidente Reagan", ao continuar a apoiar espaço comercial.
  • Marco Rubio era um co-patrocinador da S. 1297 e disse que, no momento da sua aprovação "é preciso eliminar regulamentações desnecessárias que custam muito e tornam mais difícil para os empreendedores americanos criar empregos."  Acrescentou que a lei iria "tornar mais fácil para os nossos empreendedores voltarem ao espaço suborbital" e "ajudar a indústria espacial norte-americana a continuar a ir ainda mais para o espaço."

 

Até agora, o programa espacial surgiu apenas em entrevistas à imprensa ou reuniões locais como aconteceu com Trump. Nenhuma pergunta relcionada com espaço foram colocadas no primeiro debate dos candidatos republicanos no passado dia 6 de Agosto.

Durante as primárias republicanos de 2012, o candidato Newt Gingrich, ex-presidente da Câmara, estabeleceu metas ousadas para o programa espacial, e ele e Mitt Romney responderam a perguntas sobre o programa espacial num dos debates televisivos.

 

(texto traduzido daqui)