Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Foguetão russo despenha-se pouco depois do lançamento

Foguetão russo despenha-se pouco depois do lançamento
                                                        Fotografia © Reuters

 

 

 

 

Um foguetão russo "Proton", que transportava um satélite de fabrico europeu, caiu pouco depois do lançamento, naquele que é o mais recente incidente a atingir a indústria espacial russa.

 

Segundo fontes oficiais, o mecanismo de controlo do foguetão falhou 545 segundos depois do lançamento a partir do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

 

A televisão estatal transmitiu imagens do foguetão e do satélite de comunicações Express-AM4P, que se incendiaram nas camadas superiores da atmosfera sobre o Oceano Pacífico.

 

A agência espacial russa -- a Roscosmos -- indicou ter formado uma comissão especial para "analisar as informações telemétricas e apurar as razões para a situação de emergência".

 

Segundo o Channel One, o satélite -- construído pela Astrium, do grupo europeu Airbus -- tinha como 'missão' fazer chegar Internet a territórios russos remotos com fraco acesso às comunicações.

 

O anterior chefe da Roscosmos, Vladimir Popovkin, foi demitido em outubro do ano passado, ao fim de menos de dois anos no cargo, por causa de uma série de lançamentos fracassados e outros incidentes que embaraçaram a indústria espacial russa.

 

O novo líder da agência, Oleg Ostapenko, foi incumbido, pelo Presidente russo, Vladimir Putin, de reestruturar todo o setor, com a ajuda de um financiamento extra de milhares de milhões.

 

(retirado do DN)