Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Galileo: inaugurada estação de monitorização de satélites nos Açores

 

 

 

 

Representantes do Governo Regional dos Açores, da Agência Espacial Europeia (ESA) e da Edisoft estrearam ontem, na ilha de Santa Maria, uma estação de análise do sinal enviado pelos satélites Galileo.

 

Chama-se Galileo Sensor Station (GSS) e acaba de ser inaugurada na ilha de Santa Maria, nos Açores. A nova estação, que foi construída pela Edisoft, tem por objetivo monitorizar a qualidade do sinal e o posicionamento dos satélites Galileo, da ESA.

 

 

 

 

 

Para cumprir a missão para que foi idealizada, a GSS vai recorrer a antenas VSAT (sigla de very small aperture terminal). A nova estação vai operar de forma concertada com outras estações GSS que se encontram dispersas pelo Globo, com o objetivo de detetar desvios orbitais, informa um comunicado da Edisoft. 

 

A análise destes desvios permite evitar a degradação da precisão dos sinais que a constelação de satélites Galileo envia para a Terra com o objetivo de servir de referência para serviços de navegação.

 

A Edisoft refere ainda que, até ao final do ano, a estação GSS agora inaugurada deverá receber um sistema de busca e salvamento que permite localizar barcos, aviões ou mesmo pessoas através de comunicações por UHF.

 

A ligação da Ilha de Santa Maria à indústria aeroespacial já tem um “histórico”: antes da GSS já estava a ilha açoriana já albergava a ESA Tracking Station. A localização do arquipélago, a meio do Oceano Atlântico, e a existência de recursos humanos qualificados no local terão sido determinantes para a escolha da nova GSS. A estes dois fatores junta-se ainda o contributo do Governo Regional, que cedeu o terreno para a instalação da GSS.

 

João Araújo, Presidente da Edisoft recorda que a inauguração de hoje é um contributo importante para a consolidação dos Açores no que toca à indústria aeroespacial: «Este segundo contrato adjudicado pela ESA vem confirmar a confiança da agência nas capacidades da Edisoft no setor espacial, fruto do conhecimento adquirido no desenvolvimento e operação de estações terrestres».

 

O comunicado da Edisoft não revela o investimento exigido para a construção da nova estação GSS.

 

(retirado daqui.)