Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Mulheres no Espaço - Lisa Nowak

 

 

 

 

 

Lisa Marie Caputo Nowak nasceu em Washington a 10 de Maio de 1963. É uma ex-astronauta e oficial naval norte-americana que foi ao espaço no vai e vém espacial Discovery em Julho de 2006, numa missão de teste, no segundo vôo do programa do vai e vém espacial após a tragédia com a nave Columbia, em 2003.

 

Lisa começou a interessar-se pelo programa espacial norte-americano desde os seis anos de idade, quando acompanhou a descida do homem na Lua e enquanto crescia seguiu com interesse a implantação do programa do vai e vém espacial, principalmente a introdução de mulheres astronautas no programa espacial, formando-se como engenheira aeroespacial em 1985. Depois graduou-se como piloto da marinha, acumulando mais de 1500 horas de vôo em trinta aeronaves diferentes antes de entrar para a NASA.

 

Em 1996 foi seleccionada para ser astronauta da NASA e qualificou-se como especialista de missão. Foi ao espaço em 4 de Julho de 2006, no regresso do vai e vém espacial às viagens orbitais, missão esta que incluiu uma estadia na Estação Espacial Internacional e diversas actividades extra-veiculares. Como primeira norte-americana de ascendência italiana a ir ao espaço, Nowak levou no peito uma pregadeira de ouro da Organização Nacional de Mulheres Ítalo-Americanas.

 

Em Fevereiro de 2007, Lisa Nowak - casada e mãe de três filhos - foi acusada de tentativa de sequestro, roubo de carro e destruição de provas em Orlando (Flórida). A astronauta perseguiu de Colleen Shipman, engenheira da agência, por ter uma relação com William Oefelein, astronauta e piloto da missão STS-116 da nave Discovery, que foi ao espaço em Dezembro de 2006 e vértice do triângulo amoroso.

 

Quando foi presa, Nowak trazia consigo uma faca, uma marreta de aço, luvas pretas, sacos plásticos, uma pistola e tubos plásticos. No seu carro a polícia também encontrou cartas de amor dela para Oefelein e emails entre ele e Shipman. 

 

Existe vária literatura sobre este caso. Deixo aqui duas sugestões:

- Fanning, Diane, (2007) "Out There: The In-Depth Story of the Astronaut Love Triangle Case that Shocked America", St. Martin's Paperbacks.

- Harbaugh, Pam (June 6, 2013). "Disgraced astronaut Nowak subject of new play". Florida Today. Retrieved June 6, 2013.