Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

NASA não perdeu esperança de encontrar água na Lua

 

 

A NASA tem dois programas, que deve lançar em 2017 e 2018, para conseguir ajudar a Humanidade a expandir-se no sistema solar. A agência pretende minerar a água existente na Lua, sob a forma de gelo.

«Se vamos ter humanos na Lua e precisamos de água para beber, respirar, combustível ou qualquer outra coisa, é bastante mais barato retirá-la do solo lunar do que levá-la connosco», explicou uma das responsáveis destes programas, citada pelo Space.com.

O Lunar Flashlight é o programa que deve ser lançado em 2017, com o formato de uma pequena caixa de cereais que depois se expande para ter uma vela solar que mede cerca de 80 metros quadrados.

Esta sonda vai estar na órbita da Lua durante os primeiros seis meses depois do lançamento e depois passar um ano à volta do astro até chegar a ficar a 20 quilómetros da superfície. O objetivo é mapear e medir a quantidade de gelo existente na Lua em permanência. Depois de os mapas serem criados, será mais fácil detetar quais as regiões onde os humanos se devem dirigir para encontrar água.

Há ainda um segundo programa que visa colocar uma sonda no terreno e explorar o solo mais de perto. Esta sonda, a Resource Prospector Mission, deve ser lançada apenas em 2018.

 

(retirado daqui)