Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Nuno Crato visita Centro Europeu de Astronomia Espacial

 

O Ministro Nuno Crato, com Alvaro Giménez, do ESAC e alguns membros da delegação portuguesa

 

O Ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, visitou as instalações do sítio do Centro Europeu de Astronomia Espacial (ESAC), nos arredores de Madrid, na quarta-feira, 4 de fevereiro. A visita teve como principal objetivo aumentar a cooperação entre Portugal e este centro da Agência Espacial Europeia. A visita da delegação portuguesa foi também uma oportunidade para apresentar o tipo de investigaçao feita no ESAC. 

 

«As conquistas da ciência espacial têm as suas raízes na forte cooperação europeia. Estas trocas de impressões, pontos de vista e opiniões, ajudam a reafirmar estas raízes e garantir que continuamos na direção dos objetivos comuns», explicou Alvaro Giménez, Diretor de Ciência Espacial e Exploração Robótica. «O ESAC está no centro da península Ibérica e por isso é importante que este estabelecimento seja um foco da nossa cooperação contínua.»   

 

Durante a visita, para a qual Nuno Crato se fez acompanhar da Secretária de Estado da Ciência, Leonor Parreira, bem como do delegado português à ESA, Mário Monteiro, o ministro teve oportunidade de visitar a sala de controlo do satélite de hidratação dos solos e salinidade dos oceanos, SMOS; de ficar a conhecer o projeto Cesar, de educação e aprendizagem interativa de astronomia; de observar imagens captadas pelo observatório de Raio-X que está há já 15 anos em órbita, XMM Newton, e ainda ficar a conhecer a atividade crucial do  Space Surveillance and Tracking Centre, que deteta detritos espaciais e avalia o seu impacto na segurança espacial.

 

No final da visita, Nuno Crato e a sua equipa conversaram com com dois estudantes portugueses que participam num programa de estágio de seis meses, mostrando interesse em saber de que forma a experiência no ESAC contribuiu para a definição do seu futuro profissional.

 

«Gostaríamos de fomentar a participação de estudantes portugueses nestes programas de trainees. Afinal estamos tão perto», sublinhou o Ministro Nuno Crato.   

 

(retirado daqui)