Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Quanto custa ir ao Espaço?

quanto-custa

 

Quando falamos de projectos espaciais, falamos em termos financeiros de milhões de euros. Valores que são tão elevados que são totalmente abstractos, ou seja, não conseguimos quantificá-los num imagem mental sequer. Verdade seja dita: muitos de nós não ganharemos 1/3 do custo de um projecto espacial durante toda a nossa vida produtiva.

 

O custo é um dos argumentos principais utilizados por aqueles que defendem que deveríamos utilizar esse mesmo dinheiro para outros projectos que são desenvolvidos na Terra, sejam eles de carácter científico ou não.

 

Mas... será que custa assim tanto a nós contribuintes investir no Espaço?

Vejamos o caso da Rosetta:

- custo total da missão: €1,4 biliões

- daria para comprar 4,2 aviões Airbus A380....

 

Quanto custou no total aos cidadãos europeus? 3,50€. Mais barato do que um bilhete de cinema. Mais barato que um maço de tabaco (e muito mais saudável também).

 

Reparem que a missão Rosetta durou vários anos, portanto, a missão custou 20 cêntimos (sim, vinte cêntimos) por dia! Menos do que um café, um pastel de natal ou o bilhete do autocarro!

 

Crédito: Scienceogram UK

 

 

Mais exemplos? Um grupo de cientistas propôs à ESA lançar uma missão a Vénus em 2025 - a Envisat. A missão tem um custo previsto de €450 milhões. Custo a cada um dos cidadãos europeus? 1,5€ (um euro e cinquenta cêntimos). Continua a ser mais barato do que um bilhete de autocarro....

 

 Crédito: Sienceogram UK

 

No gráfico abaixo está demonstrado quanto custa a cada cidadão de diferentes países, o investimento que esse mesmo país fez. Estes dados referem-se ao ano 2010 e estão expressos em dólares (1 dólar é aproximadamente 1,096€). Nos Estados Unidos, o investimento estatal no Espaço representa um esforço de 155,7 dólares por ano a cada americano. Em Portugal, custa 2,80€.

 

Se repararem na China e Índia aparecem no gráfico como sendo os países com menor custo per capita (ou seja, por pessoa) no espaço. Contudo, isto deve-se ao facto da população na China e na Índia ser bastante numerosa e por isso, o rácio fica menor.

 

Crédito: Livro "Yearbook on Space Policy 2010/2011"

 

Sem falar em todos os benefícios da exploração espacial, mas focando apenas no retorno económico do investimento que os governos fazem na exploração/ actividades espaciais, é importante reter que: por cada euro investido, estima-se um retorno de aproximadamente 8 euros (1€ = 8€). Nada mau, hein?