Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

SpaceX mostra protótipo de rocket espacial com "asas"

 

 

Quando é enviada uma nave ou sonda para o espaço são os rockets, ou propulsores, os elementos responsáveis pela descolagem.

Essas partes, que por norma são de “tara perdida”, vão no futuro poder ser controladas para que haja um reaproveitamento.

Enviar missões, sondas e até turistas espaciais para o espaço pode ficar drasticamente mais barato num futuro não muito distante. Isto porque a SpaceX, empresa liderada por Elon Musk, mostrou um protótipo de um rocket espacial que pode ser reutilizado. Elon Musk usou o perfil no Twitter para partilhar alguns pormenores sobre o novo protótipo do mecanismo de propulsão. O rocket tem um sistema de asas em formato X e cada uma das abas é independente, podendo ser controladas de forma diferente. Assim, será possível enviar um rocket para o espaço, mas depois também fazê-lo descer de forma controlada.

O sistema é semelhante ao que pode se pode ver neste vídeo, que data de julho, mas as asas são maiores de acordo com as indicações do também CEO da Tesla Motors: Mas onde pousarão estes rockets? Musk também tem a resposta: em plataformas flutuantes e gigantes que vão estar no mar. Estes “porta-aviões” terão um comprimento de 90 metros e uma largura de 30 metros, para que haja espaço suficiente para a manobra de recolha dos rockets.

Após a recuperação, apenas serão precisos alguns cuidados de manutenção para que estejam de novo operacionais. Através desta “reciclagem” será possível reduzir de forma significativa o custo de missões espaciais. No futuro, disse Elon Musk, a ideia é de que os rockets possam ser abastecidos e relançados a partir destas plataformas flutuantes. A estabilidade do sistema está garantida, com o empreendedor a garantir que mesmo durante uma tempestade no mar, as oscilações não são superiores a três metros.