Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Equipa de estudantes portugueses seleccionada para programa da ESA

Abril 30, 2014

Vera Gomes

 

LDC-ESTEC-01

 

 

 

 

Quatro estudantes portugueses foram seleccionados, entre centenas, para participar no programa Spin Your Thesis, da Agência Espacial Europeia (ESA). A equipa portuguesa integra um grupo de cinco, seleccionadas para a edição de 2014 dos programas Spin Your Thesis! e Drop Your Thesis!.

 

Da equipa fazem parte Daniel Carvalho, Guilherme Aresta e Miguel Ferreira, do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, e Raquel Almeida, da Universidade do Minho, que está a fazer o doutoramento no âmbito do programa MIT Portugal. O estudo envolve bioengenharia, em particular a capacidade de as células endoteliais formarem novos vasos sanguíneos em condições de hipergravidade, o que pode ter aplicação na área da medicina regenerativa ou no tratamento de situações patológicas relacionadas com a vascularização.

 

O projecto AngioGravity será testado em Setembro deste ano, no Centro Europeu de Pesquisa e Tecnologia Espacial (ESTEC), na Holanda. Com oito metros de diâmetro, esta centrifugadora pode reproduzir uma força gravitacional de 1 a 20 vezes a gravidade da Terra.

 

(in PC Guia)

Quanto do espaço há no nosso dia a dia?

Abril 29, 2014

Vera Gomes

Garrafas de filtração de água, bancos de automóveis confortáveis ​​e dispositivos de monitorização médica remota, todos têm uma coisa em comum - todos eles beneficiaram de tecnologia da NASA.

Estes produtos são apresentados no Spinoff de 2013, uma publicação on-line já está disponível (ver video acima), que destaca produtos comerciais criados que usam a tecnologia desenvolvida pela NASA. Também presente na edição de 2013 é um sistema de purificação de ar que pode sustentar os mineiros em caso de um desastre, uma frigoríficos de energia solar para vacinas que poderá salvar vidas em áreas remotas em todo o mundo, e um poderoso escudo térmico utilizado na primeira nave espacial comercial que alcançou com sucesso a órbita e o regresso à Terra.

Sugestao de Leitura

Abril 25, 2014

Vera Gomes

 

 

 

 

 

 

 

O céu estrelado é uma das maiores maravilhas da natureza. É um espectáculo assombroso ao qual ninguém fica indiferente.     Não seria incrível fotografar a Via Láctea num céu escuro e afastado da poluição luminosa das grandes cidades? Não seria fascinante registar o movimento da esfera celeste e o rasto das estrelas em torno da Estrela Polar? E obter uma imagem detalhada da Lua perto do horizonte num jogo criativo de escalas e ilusões de óptica? E a dança dinâmica entre o Sol, a Lua e a Terra, da qual resultam os eclipses? E ser capaz de localizar os astros para fotografar um alinhamento planetário ao crepúsculo, num cenário de praia, luz e cor?    

 

Aprender a localizar as principais constelações é muito mais simples do que imagina. A partir daí, poderá navegar pelo céu e fotografar a sua espantosa beleza. Surpreenda-se, talvez até seja possível começar a fotografar com a câmara que já tem em casa.     Nos nossos dias é uma visão rara e singular. O progresso imparável, que nos permite condições de conforto e segurança impensáveis há umas décadas, foi retirando paulatinamente estrelas aos nossos céus. Este progresso, contudo, pode estar em vias de nos devolver uma parte do céu roubado à antiguidade. O desenvolvimento da técnica talvez permita uma maior eficácia na distribuição de energia, luz e calor. Tudo indica que sim, mas de qualquer forma, o céu da Terra primitiva desapareceu para sempre. Ou quase... em algumas regiões ainda podemos desfrutar este espectáculo magnífico. E talvez não seja preciso ir tão longe como imagina.

 

Este livro, do Miguel Claro, astrofotografo portuguêes, é dedicado à contemplação e à fotografia do céu. Por vezes queremos explicar a emoção que sentimos e não encontramos as palavras adequadas. A astrofotografia permite uma síntese admirável: se virmos um espectáculo celestial maravilhoso, que melhor forma de demonstrar o nosso deslumbramento? Nestas páginas irá encontrar tudo o que necessita para entender os conceitos de astronomia que lhe darão os conhecimentos necessários para fotografar os astros. Venha aprender as técnicas, dicas e segredos que o ajudarão a obter as melhores imagens num cenário nocturno sob a luz das estrelas, companheiras indispensáveis na aventura maravilhosa da vida. Aprenda a traduzir os seus sentimentos em imagens. Contemple, fotografe e partilhe as suas emoções. São uma parte essencial de si.

 

Poedrao encontrar este livro na Fnac Online pelo preço de 24,69€.

África do Sul e a indústria espacial

Abril 24, 2014

Vera Gomes

 

 

 

 

O grupo Tauri, uma consultora de referência na área do espaço, publicou um relatório em 2011 (e que agora partilho) sobre a indústria espacial na Africa do Sul. Interessante como os países menos prováveis têm uma longa história no Espaço.

 

Podem ler o relatório (em pdf) aqui. E para aceder à agência espacial sul africana, a SANSA podem clicar aqui.

China apela ao uso militar do Espaço

Abril 24, 2014

Vera Gomes

 

 

 

 

 

O presidente chinês, Xi Jinping pediu à Força Aérea para adoptar uma capacidade integrada de defesa aérea e espacial de forma a aumentar a resposta ao uso militar do espaço pelos Estados Unidos e outros países.

Enquanto Pequim insiste que o programa espacial é para fins pacíficosum relatório do Pentágono no ano passado destacou o aumento das capacidades espaciais da China e afirmou que Pequim está a colocar em prática uma variedade de actividades que visam  privar os seus adversários de utilizarem capacidades espaciais em caso de crise.

Os temores de uma corrida ao armamento espacial com os Estados Unidos e outras potências remonta ao teste anti-satélite que a China efectuou em 2007.

Luxemburgo à conquista do espaço?

Abril 23, 2014

Vera Gomes

 

 

 

 

 

De acordo com um ranking elaborado pela Agência Espacial Europeia (ESA), o Luxemburgo é o quarto poder aeroespacial na Europa depois da França, Alemanha e Itália", diz Yves Elsen, chefe do Grupo de Aeronáutica e Espaço do Luxemburgo (GLAE) Com um volume de negócios de cerca de 2 mil e 600 postos de trabalho directos, o sector aeroespacial representa cerca de 4% da economia nacional, de acordo com o responsável, reponsável também pela empresa Hitec, uma empresa do sector aeroespacial.

 

O sector espacial é uma tradição no Luxemburgo. Tudo começa na década de 30 com o Luxemburgo Broadcasting Compan e mais tarde na década de 50 com a radiodifusão. "O país rapidamente procurar transmitir para fora do país e ter influência além fronteiras", disse Romain Bausch, CEO da SES, que recentemente se aposentou. Na década de 70, a empresa RTL decidiu lançar os seus próprios satélites. O projeto infelizmente falhou.

O setor aeroespacial surgiu a sério nos anos 80 com a criação da SES. E a aposta não foi uma conclusão precipitada de ... "No início, havia uma dúzia de empregados e apenas um ou dois satélites. A empresa teve 30 anos para fazer um nome", disse Romain Bausch. A empresa tem agora 450 funcionários no Luxemburgo, 1400 em todo o mundo e representa uma base do sector no país. De facto, no ano passado, o volume de negócios ascendeu a 1,8 trilhão de euros, com a propriedade estatal de cerca de 5%. E a empresa não pára por aí.

 

Finalmente, o sector tem crescido sobretudo através da investigação. Em 2008, o CRP Tudor assinou um acordo de cooperação com a Agência Espacial Europeia. A única desvantagem, o recrutamento. Muito pouco de trabalho no Luxemburgo para o setor. "Nós lançamos o programa" Young Graduate Trainees Luxemburg" para enviar os jovens licenciados fazer parte de seus estudos na ESA", diz Yves Elsen, que gostaria de dar à geração mais nova do Grão-Ducado a possibilidade de partir à conquista do espaço.

 

(retidado daqui.)

 

Dia Mundial da Terra - 'bora lá tirar uma selfie!

Abril 22, 2014

Vera Gomes

 

A agência espacial NASA apresentou uma proposta e convocou todas as pessoas do mundo a celebrar o planeta com uma imagem peculiar. Já que toda a gente insiste nas «selfie», porque não comemorar o «Dia da Terra», no dia 22 de abril, da mesma forma?

A ideia é criar uma «selfie global» que seja composta por autorretratos de indivíduos nos quatro cantos do planeta, uma imagem-mosaico da Terra feita pelas pessoas.

Para participar, basta apenas escolher uma paisagem personalizada (pode ser um parque da cidade, montanha, rio, lago ou qualquer outro lugar distinto), esticar o braço, fotografar e publicar nas redes sociais. Quem quiser poderá descarregar (aqui) uma identificação oficial da NASA, imprimi-la e utilizá-la no momento da selfie.

Para que a agência possa monitorizar todas as publicações, as fotografias devem fazer-se acompanhar da hashtag #GlobalSelfie. As redes sociais que integram este movimento são o Instagram, Facebook, Twitter, Google+ e Flickr.

A NASA pretende também assinalar assim o lançamento de cinco novas missões, todas com o objetivo de observar a Terra durante um ano.

Um dos principais objetivos da ação é «incentivar as pessoas a terem consciência ambiental», explicou a agência em comunicado.

 

(in TVI24)

Global Military Satellite Market 2014-2024

Abril 21, 2014

Vera Gomes

 

 

O Global Military Satellite Market 2014-2024 Report publicado pela Strategic Defence Intelligence oferece aos leitores uma análise detalhada da história e a previsão de valores globais da indústria, factores que influenciam a procura, os desafios enfrentados pelos participantes da indústria, a análise das principais empresas do sector e notícias chave.

 

As principais conclusões deste estudo são

- O mercado global de satélites militares deverá experimentar um crescimento de 3,74% durante 2014-2024.
- O mercado latino-americano deverá mostrar um ligeiro declínio.
- O segmento de satélites de comunicação deverá dominar o mercado de satélites militares com uma quota de 51,6%.
- Os militares estão cada vez mais dependentes de prestadores de serviços de satélite comerciais para as suas necessidades de largura de banda adicional

 

Este relatório tem, infelizmente, um preço astronómico. Podem comprá-lo ou ler mais sobre ele aqui.

Sugestao de leitura

Abril 18, 2014

Vera Gomes

 

Como Respiram os Astronautas

 

 

Como Respiram os Astronautas é um convite para passear nos bastidores da aventura que é a investigação cientifica, na companhia do autor e dos exploradores dos tempos modernos que são os astronautas. A aventura passa-se no meio interdisciplinar da Física Biomédica que está hoje a revolucionar a Medicina. O autor tenta demonstrar que a riqueza de um país está na matéria cinzenta da nova geração, que só pode ser valorizada pela dedicação e competência dos professores que a instruem, apoiada por uma população cientificamente culta.

 

O livro está à venda em várias livrarias. Na Fnac Online custa cerca de 14,50€.

Nasa, a Ucrânia e a Rússia

Abril 17, 2014

Vera Gomes

 

 

Soyuz approaching ISS
A nave espacial Soyuz TMA-12M, pouco antes de atracar com a Estação Espacial Internacional (ISS) em 27 de Março. Embora não haja uma nova política que proíbe NASA de cooperar com a Rússia, as operações da ISS, isentas pela proibição, continuam normalmente.
(crédito: NASA)

 

 

 

Apesar das diferenças sobre as atividades russas na Criméia e na Ucrânia, é pouco provável que  os Estados Unidors cortem os laços espaciais como os foguetes Soyuzque sao neste momento o único meio de se chegar à Estação Espacial Internacional com astronautas e devolvê-los para a Terra.

 

Há duas semanas a NASA anunciou um corte nas relações com a Rússia por causa da Ucrânica. Foi uma decisão polémica, mesmo internamente e algo que nao era apoiado pelos quadrantes poltíticos americanos. (ver texto publicado no Astrpolitica sobre este assunto aqui.)

 

Esta semana há vários artigos que explicam a complexidade de uma decisao como o anúncio da NASA, que podem ler no Whasignton Post aqui, na Space Review aqui e aqui.

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Free Delivery on all Books at the Book Depository

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Follow