Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Não é a tecnologia... é outra coisa!

Setembro 05, 2016

Vera Gomes

 

 

Empresas privadas como a Planetary Resources e a Deep Space Industries estão já a planear missões espaciais para extracção de recursos de asteróides em meados da década de 2020. Apesar de parecer muito ficção científica, a realidade é que existem muitos poucos entraves tecnológicos que impeçam a extracção de recursos de corpos extraterrestres que vagueiam pelo espaço. Na realidade, o maior impedimento que existe é ... legal!

 

Este argumento foi já diversas vezes explorados nos últimos anos e tem gerado bastante controvérsia entre quem defende  que os Tratados Internacionais existentes necessitam de ser actualizados para acomodar esta nova realidade, e quem defende que os  Tratados tal como estão, são claros. (Relembro um post do astropolitica sobre o assunto aqui)

 

Contudo, é igualmente importante perceber quão sentido faz a exploração mineira de asteroides. "Os argumentos económicos para exploração mineira de asteróides são esmagadores", diz Peter Marquez, ex-director da política espacial para o presidente Obama e actual vice-presidente da Planetary Resources, numa entrevista à Popular Mechanics. "Na Terra estamos no fundo de um poço gravitacional, e é necessário uma quantidade enorme de energia e custos para levar tudo para o espaço. Cerca de US$10.000 por cerca de 450 gramas para se libertar da gravidade da Terra. Isso é US$10.000 por uma lata de Coca-Cola ", diz ele.

 

Acresce ainda que os asteróides são ricos numa grande variedade de recursos que qualquer missão espacial poderá precisar. Ao ultrapassar a necessidade das missões estarem equipadas com instrumentos que lhes permitam obter esses recursos, poderá reduzir drasticamente o custo das missões espaciais. 

 

Neutrinos e o Universo

Setembro 02, 2016

Vera Gomes

 

Parece um nome de uma receita muito complicada mas não. Arthur B. McDonald, Prémio Nobel da Física 2015, vem ao Pavilhão do Conhecimento, onde conduzirá a palestra "A deeper understanding of the Universe from 2 km underground". Não perca a oportunidade de conhecer o laureado pela academia sueca. Acontece dia 6 de Setembro as 18.00. O evento é gratuito mas tera que reservar o seu lugar.

 

 

Arthur B. McDonald recebeu, em conjunto com Takaaki Kajita, o Prémio Nobel da Física de 2015 pela descoberta das oscilações de neutrinos que mostram que os neutrinos têm massa. O físico canadiano foi responsável pela experiência SNO, cujo detector de neutrinos se encontra a dois quilómetros de profundidade no Canadá, e em que participaram também investigadores portugueses do Laboratório de Experimentação e Física Experimental de Partículas (LIP).

 

Estação Espacial Internacional: novos planos para o seu futuro?

Setembro 01, 2016

Vera Gomes

 

Bill Hill,  Deputy Associate Administrator for Exploration Systems Development da NASA, durante uma conferência de imprensa sobre a missão "journey to Mars" revelou que a NASa espera dar o controlo da Estação Espacial Internacional a um operador comercial algures por vota de 2020. 

 

"A NASA está a tentar impulsionar o desenvolvimento económico da órbita baixa. Em última instância, o nosso desejo é dar o controlo da Estação Espacial Internacional a uma entidade comercial ou outra entidade com capacidade comercial de forma a que a a investigação possa continuar na órbita baixa." - disse Bill Hill. 

 

A cronologia coincide com o fim do actual financiamento do governo americano para o programa da Estação Espacial Internacional, que foi extendida pela administração do Presidente Obama da data original para "desorbitagem" 2016 para 2020.  

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Free Delivery on all Books at the Book Depository

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Follow