Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

4 oportunidades a não perder!

Novembro 03, 2017

Vera Gomes

 

 
Com regularidade as Instituições Europeias abrem candidaturas para peritos nas mais diversas áreas, incluindo Espaço. Existem bolsas de peritos permanentes que podem ser selecionados por exemplo para fazerem parte de grupos de trabalho (ver aqui), e aberturas de vagas para peritos fazerem parte do processo de avaliação dos projectos submitidos ao H2020 (podem consultar o programa de trabalho 2018-2020 na área de espaço aqui). 
 
Neste momento estão abertas vagas para peritos (Call for Experts) para o  H2020 Space que podem consultar aqui.
 
Mas existem igualmente outras vagas abertas, por exemplo para a European Entreprise  Network e pode igualmente ser um outro tipo oportunidade. Podem consultar aqui e aqui. 
 
Caso não se enquadrem neste perfil, poderão ver aqui onde têm TODAS as oportunidades para peritos da Comissão Europeia .
 
 
 

Como ser embaixador de um programa espacial europeu?

Outubro 12, 2017

Vera Gomes

DL3xlG_WAAE7SqB.jpg

 

Está aberta as candidaturas para seleccionar nos diveross Estados Membros da União Europeia representantes para a rede Copernicus Academy e Copernicus Relay. 

 

Para liberar todo o potencial do Copernicus Open Data and Information, é importante garantir que as informações sobre a multiplicidade de benefícios e potenciais aplicações do programa sejam desencadeadas a nível local. Este é o propósito da Copernicus Relay.


Também é necessário capacitar a próxima geração de invstigadores, cientistas e empresários e garantir que eles tenham conjuntos de capacidades adequadas para usar os dados abertos do Copernicus e que os resultados da pesquisa atinjam o mercado de forma rápida e eficiente. Este é o propósito da Copernicus Academy.

Ambas as redes já estiveram activas por um ano e, nesse período, obtiveram resultados significativos, criaram um excelente conteúdo do Copérnicus e espalharam a palavra por toda a Europa e além. Mais de 300 eventos foram organizados por membros da Rede, chegando a quase 30.000 potenciais novos usuários do Copernicus. Ser um membro da rede significa colaborar directamente com a Comissão Europeia e também ter acesso a uma caixa de ferramentas abrangente de medidas, conhecimentos e oportunidades para ajudar a aumentar a base de usuários do Copernicus.

Em suma, o Copernicus Networks permitirá que o programa Copernicus e os seus utilizadores trabalhem em conjunto e aumentem o seu impacto positivo na economia e na sociedade europeia através de acções concretas.

Inscreva-se agora enviando sua expressão de interesse, aqui!

Brexit ou não? Eis a questão!

Junho 23, 2017

Vera Gomes

mixpzCor.jpg

 

O Brexit está a turvar as perspectivas das startups espaciais britânicas.

 

A incerteza sobre como o Reino Unido vai sair da União Européia significa que as empresas não sabem como poderão participar em futuras missões da UE ou terão acesso a programas de pesquisa da UE. As Startups advertem que um Brexit "difícil" poderia ser desastroso para elas.

 

As negociações do brexit começaram na segunda feira passada e deverão decorrer durante no máximo dois anos.

 

Podem saber mais aqui.

 

 

O que a Europa pode fazer pela tua start-up?

Abril 10, 2017

Vera Gomes

Disrupt Space - Berlin - 14-15 March 2017 - Startu

 No passado mês de Março participei na Disrupt Space 2017 que teve lugar em Berlim. 

 

A Disrupt Space é um evento que reúne start-ups na àrea do espaço, pessoas com ideias de negócio, investidores e decisores num espaço durante 2 a 3 dias. É um óptimo evento para apresentar ideias de negócio ou pequenas empresas que precisam de investidores e/ ou parceiros de negócio. 

 

Disrupt Space 2017 - Berlin - Space entrepreneuria

Na edição deste ano, tive o prazer de apresentar o que a União Europeia pode oferecer a start-ups. O discurso (apenas disponível em inglês) pode ser lido aqui

 

 

Cada voto conta! E o teu também!

Janeiro 26, 2017

Vera Gomes

2819699-o_1b6hmk304mp41ri01vcv1f69atsg-full.jpg

 

A Lego tem esta abertura fantástica: qualquer pessoa pode proppor ideias para futuros produtos da Lego. Se a ideia reunir 10 mil votos num determinado período de tempo, a Lego irá então começar o trabalho à séria que poderá culminar com a comercialização do produto proposto.

 

Neste momento foi submetida uma ideia para um lego que é nada mais nada menos do que um satélite do Galileo (o GPS europeu) e que conta já com 18 satélites em órbita e cuja constelação estará completa até finas de 2020.

 

Basta que se registem no site e votem na ideia! Poderão fazê-o aqui.

 

Por isso, já sabem: votem e espalhem pelos vossos contactos. Neste momento a ideia conta com 781 votos e faltam 415 para angariar os restantes!

 

O futuro da política espacial europeia em debate

Janeiro 25, 2017

Vera Gomes

Brussels24-25jan.gif

 

Ontem e hoje decorre a 9ª Conferência europeia de política espacial. Um evento que acontece sempre em Janeiro e que reúne representantes de alto nível da indústria e da política para discutir o que será o futuro da politica espacial europeia.

 

A conferência reúne sempre um painel interessante de oradores e é um bom lugar para expandir a rede de contactos. É por isso compreensível que durante os dois dias que dcorre a conferência, os participantes raramente abandonam o edificio.

 

Este ano a conferência debruçou-se sobre a Estratégia Espacial Europeia aprovada a 26 de Outubro de 2016. Foi abordado o que se espera da implementação desta estratégica, o que deve ter sido em conta, preocupações de políticos e indústria na implementação da mesma tendo em conta o mercado espacial global. O objecitvo é claro: tornar a indústria espacial europeia competitiva e líder de referência a nível mundial; obter retorno para os cidadãos e inústria no investimento realizado pela União Europeia nas insfraestruturas espaciais (Galileo e Copernicus); e olhar para o futuro e o que deve ser implementado/ mitigado/ fomentado. 

 

A conferência termina hoje com uma sessao sobre acesso a financiamento ao mercado espacial e como deve a União Europeia deve facilitar esse acesso. Um tema bastante interessante para todos envolvidos e que estará em cima da mesa certamente nos próximos tempos.

 

IMG_20170124_091815.jpg

 

#Galileo : Qual o desempenho esperado em relação ao sistema Galileo?

Janeiro 16, 2017

Vera Gomes



desempenho



 A medição dos sinais de navegação do Galileo, tecnicamente avançados, mostra que o seu desempenho é excelente. A precisão possível depende de vários fatores, incluindo o número de satélites e as otimizações do sistema e, embora se preveja que o desempenho dos serviços iniciais seja pelo menos de qualidade equivalente à do GPS, este só poderá melhorar à medida que o sistema amadurecer até à fase de conclusão do Galileo, em 2020. Para mais informações sobre o desempenho (precisão, etc.) e a disponibilidade, consulte-se o sítio Web do Centro de Serviços Europeu: www.gsc-europa.eu.

 
Outros sinais do Galileo disponíveis gratuitamente, que utilizam frequências diferentes, propiciarão um melhor desempenho aos utilizadores profissionais e aos utilizadores mais exigentes por intermédio de recetores compatíveis adequados.

Parabés vizinhos espanhóis!

Janeiro 11, 2017

Vera Gomes

 

DSC_0088.JPG

Copyright imagem: PLD Space

 

Numa das conferências que participei no ano passado, cruzei-me com a PLD Space, uma start-up espanhola à procura de financiamento. Lembro-me que se tratava de um projecto bastante robusto e promissor. Não estava enganada.

 

A empresa de sistemas terrestres de satélites GMV irá investir na PLD Space, uma start-up espanhola para, a PLD Space, cujo negócio é foguetões sub-orbitais. A PLD Space disse na passada segunda-feira que GMV liderou um investimento na empresa de $7.1 milhões na companhia, fazendo com que a GMV tenha assento na direcção da PLD Space.

 

APLD Space disse que o investimento permitirá que a empresa continue o desenvolvimento do Arion 1, um foguete reutilizável projectado para transportar 200 kg a uma altitude de 250 quilómetros. Esse veículo servirá mercados de pesquisa suborbital e também servirá como desenvolvimento de tecnologia para o Arion 2, um lançador de pequenos satélites.

 

A GMV, enquanto envolvida principalmente em sistemas terrestres de satélite, tem estado envolvida em alguns programas de lançamento de veículos no passado.

 

 

 

Quer saber se está equipado para usar o Galileo?

Janeiro 10, 2017

Vera Gomes

Capture.JPG

 

A Agência Europeia responsável pela exploraçao dos programas europeus de navegação por satélite (EGNOS & Galileo) lançou um site bastante útil, onde é possível consultar quais os equipamentos que estão preparados para utilizar o Galileo.

 

O site está dividido por sectores e em cada um  deles oferece a lista dos equipamentos já disponíveis.

 

Podem aceder ao site e explorá-lo, clicando aqui.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Free Delivery on all Books at the Book Depository

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Follow