Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Emirados Árabes Unidos continuam a apostar forte

Julho 01, 2016

Vera Gomes

 

Os Emirados Árabes Unidos continuam a apostar forte em desenvolver uma conhecimento e indústria espacial. Nos últimos anos têm vindo a estabelecer protocolos de cooperação com as maiores agências espaciais mundiais além de ter desenvolvido a sua própria lei espacial e ser o anfitrião de inúmeros eventos internacionais relacionados com espaço.

 

Agora, a Lockheed Martin vai trabalhar com a Agência Espacial Emirados Árabes Unidos para oferecer oportunidades de formação espaço nos EAU. A empresa anunciou há duas semanas que foi assinado um memorando de entendimento com a agência para fornecer um programa de formação e estágios de quatro meses para estudantes e jovens profissionais como parte dos esforços da agência para desenvolver uma força de trabalho na área do espaço. Esse programa de formação terá lugar nas instalações da Lockheed Martin nos Emirados Árabes Unidos e os EUA. 

Árabes de olhos em bico

Março 25, 2016

Vera Gomes

Crédito imagem: Facebook da Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos

 

Os Emirados Árabes Unidos, assinaram um contrato para lançar a sua sonda até Marte num foguete japonês. A Mitsubishi Heavy Industries (MHI) anunciou terça-feira passada que ganhou o contrato para lançar a sonda Hope num foguete H-2A em 2020.

 

A MHI previamente ganhou um contrato para lançar o satélite KhalifaSat de observação terrestre para os Emirados Árabes Unidos.

 

O contrato coincide com a assinatura de um acordo de cooperação entre a JAXA e a Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos que inclui a possibilidade de voar experiências árabes no módulo japonês Kibo.

 

Podem ler mais sobre este tópico, aqui e aqui.

Nova lei espacial árabe

Março 14, 2016

Vera Gomes

UAE to finalise space laws soon

Director Geral da Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos, Mohammed Al Ahbabi, durante o anúncio do programa espacial nacional em Novembro passado. Créditos imagem: Silvia Razgova

 

Os Emirados Árabes Unidos estão na fase final de desenvolvimento de uma nova lei espacial nacional, que pode incluir direitos de recursos do espaço. Mohammed Al Ahbabi, director da Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos, disse que a nova lei, irá cobrir actividades de voo espacial, comerciais e com humanos com sede nos Emirados Árabes Unidos, deveriá ser finalizada em breve. A legislação inclui disposições supostamente relacionadas com direitos relativos aos recursos espaciais, contudo, Al Ahbabi  não disse se os termos seriam semelhantes à Lei de Competitividade de Lançamento Espacial Comercial aprovada nos EUA no ano passado.

 

Podem ler mais sobre esta lei, aqui.

Cooperação entre árabes e britânicos aumenta

Março 09, 2016

Vera Gomes

UK and UAE MoU signing

 

O Director Executivo da Agência Espacial do Reino Unido, Dr David Parker, e o Presidente da Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos, Dr. Khalifa Al Romaithi, assinaram um protocolo de cooperação que permite extensas actividades de cooperação no domínio do espaço entre o Reino Unido e os Emirados Árabes Unidos, incluindo parcerias em missões científicas e de acções de sensibilização para as actividades espaciais.

 

O documento, que podem ler na íntegra aqui, inclui um extenso quadro de cooperação entre as agências, incluindo a concepção e execução de estudos e projetos, o intercâmbio de dados e de informações científicas, uma troca de pessoal e formação de especialistas entre as duas agências, bem como as actividades governamentais relacionadas com a política espacial, a sensibilização do público e desenvolvimento humano.

 

Relembro que os Emirados Árabes Unidos têm apostado bastante no Espaço, tendo uma missão a Marte com lançamento previsto para 2020. Podem ler mais sobre os planos dos Emirados Árabes Unidos aqui.

Emirados Árabes Unidos e Índia juntos para chegar a Marte

Junho 29, 2015

Vera Gomes

 

A missao a Marte que os Emirados Árabes Unidos anunciaram, poderá ser lançada a partir de um lançador indiano.

 

Um funcionário do governo indiano disse que a Índia tem mantido recentemente discussões com o governo dos Emirados Árabes Unidos sobre o laçamento de uma primeira missão deste país.


Os Emirados Árabes Unidos anunciaram planos no mês passado por um issão a Marte, numa nave chamada Amal ou "Esperança", que seriá lançada em 2020 e entrar em órbita marciana em 2021, por ocasiao do 50º aniversário da fundação dos Emirados Árabes Unidos. Podem ler mais sobre este anúncio aqui.

 

A Índia já construiu e lançou o seu próprio veículo orbital marciano. Por seu turno, os Emirados árabes Unidos têm sido bastantes activos e ambiciosos nos últimos anos. Podem ler mais sobre os planos dos Emirados Árabes Unidos, aqui.

Estratégia espacial dos Emirados Árabes Unidos tornada pública

Maio 25, 2015

Vera Gomes

 

 

A Agência Espacial dos Arábes Unidos revelou hoje a sua estratégia espacial e várias iniciativas que irão realizar para se afirmarem no domínio espacial.

 

 

A estratégia resume-se a 4 objectivos chave:

1) desenvolver e guiar o sector espacial nacional que serve os interesses da economia e do país;

2) promover a investigação científica e a inovação como suporto ao progresso científico do país em ciências espaciais e tecnologico;

3) atrair e promover os recursos nacionais para que se tornem cientistas espaciais e pioneiros tecnológicos;

4) construir e promover a cooperação internacional e parcerias para servir o sector espacial nacional.

 

A par com a comunicação e explicação pública da estratégia espacial foram igualmente anunciadas algumas medidas:

- Lançamento do mini Museu Espacial, em cooperação com o fórum espaço e satélites globais com vista a reforçar conhecimento sobre o espaço sector;

- A agência espacial irá trabalhar para criar um espaço com um centro de pesquisa com 100 milhões de dirhams (cerca de 24 milhões de euros) de investimento;

- A agência espacial irá igualmente criar, em 2015, uma bolsa para cerca de 15 dos melhores alunos para missões no estrangeiro.

 

A Agência Espacial dos Emirados Arábres Unidos será a responsável pela supervisão de todas as actividades espaciais no país, através da gestão e coordenação das actividades relacionadas com o espaço.

 

A sua missão será organizar o sector espacial e contribuir para a economia nacional e desenvolvimento sustentável. A visão? Conduzir os Emirados Arábes Unidos no espaço e inspirar gerações futuras para servir a nação e a Humanidade.

 

Entretanto, a Agência Espacial dos Emirados Arábes Unidos, anunciou que está a receber candidaturas para quem se quiser juntar ao projecto, bastando para isso enviar o currículum vitae para o e-mail: careers@space.gov.ae

 

Podem saber mais sobre as actividades dos Emirados Arábes Unidos aqui.

Árabes vão a Marte

Maio 14, 2015

Vera Gomes

 

 

Os planos e objetivos científicos para a primeira missão árabe a Marte foram revelados pela primeira vez, no passado dia 6 de Maio pela Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos. A missão, chamada  de Hope (esperança, em português), irá criar o primeiro modelo integrado da atmosfera do planeta vermelho.

A sonda não tripulada irá deixar a Terra em 2020. Esta missão foi concebida para complementar o trabalho de outras missões e preencher grandes lacunas no conhecimento que temos de Marte. As órbitas e instrumentos da sonda permitirão adquirir novos tipos de dados sobre a dinâmica do clima de Marte para serem compartilhados com a comunidade científica global.

 

 


"A Emirates Mars Mission será uma grande contribuição para o conhecimento humano, um marco para a civilização árabe, e um investimento para as gerações futuras. Esta sonda representa a esperança para milhões de jovens árabes que procuram um futuro melhor", disse Sua Alteza Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, vice-presidente e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos e governante do Dubai.

 

Podem saber mais sobre esta missão e os planos dos Emirados Árabes Unidos, aqui e aqui.

 

 

Emirados Árabes Unidos procuram cooperação internacional

Abril 10, 2015

Vera Gomes

 Crédito imagem:GulfNews

 

Os Emirados Árabes Unidos (EAU) estão interessados em "cooperação estratégica" com os EUA no espaço.  Os funcionários da nova agência espacial dos Emirados Árabes Unidos visitaram os EUA no mês passado para reuniões entre ambas as agências do governo dos EUA e empresas. Estas reuniões incluiram discussões com a NASA que "reviram as possibilidades de cooperação e realização de projetos conjuntos."
 
Contudo, não é só com os EUA que os EAU procuram cooperar. Também no mês passado, há notícia de discussões com a Índia para fortelecer a relação bilateral que já possuem e cooperem na área do espaço. Segundo Bhushan, Consul Geral da India no Dubai, "como os EAU se estão a preparar para realizar feitos na área do espaço, tais como a missão que estão a planear para Marte em 2021, acreditamos que a cooperação entre a Índia e os EAU na àrea do espaço irá fortalecer e diversificar s relações bilaterais já existentes".
 
A Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos, durante o passado mês de Fevereiro realizou visitas, incluindo reuniões, com as agências espaciais francesa e italiana na esperança de conseguir estabelecer parcerias na área de espaço, quer para realizar projectos científicos, para intercâmbio de pessoal. Os representantes da agência árabe visitaram também o Gabinete para o Espaço Exterior da ONU sediado em Viena onde também discutiram possíveis forma de cooperação futura e troca de know-how no futuro.
 
 Entretanto, esta semana, os Emirados Árabes Unidos assinaram um Memorando de Entendimento com o CNES, a agência espacial francesa.
 
 
 

Emirados Árabes Unidos no Espaço

Outubro 23, 2014

Vera Gomes

 

 

Existem apenas cerca de uma dúzia de nações no clube de países emergentes no Espaço que tentam capitalizar rapidamente acesso a tecnologia espacial. Uma dessas naçõessão os Emirados Árabes Unidos (EAU). A aventura espacial para para os EAU começou nos anos 1990 com o interesse em reforçar a capacidade nacional para efectivamente criar, usar e explorar as tecnologias de ciências e aplicações espaciais.

 

Em 2006, um decreto do governo UAE assinado por Sua Alteza Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, vice-presidente dos Emirados Árabes Unidos, o primeiro-ministro e Governador do Dubai, criou a Emirates Institution for Advanced Science and Technology (EIAST). O passo sinalizou o compromisso da nação para o desenvolvimento de excelência na indústria do espaço. A EIAST foi criada como parte de uma iniciativa estratégica para promover a inovação científica e tecnologia espacial e para inspirar o desenvolvimento sustentável nos Emirados Árabes Unidos. O astronauta americano Buzz Aldrin, em Abril 2014 na  Global Aerospace Summit, em Abu Dhabi, expressou a sua opinião de que os Emirados Árabes Unidos terão um papel na próxima fase da exploração espacial uma vez que a indústria do país se move de uma política governamental para uma politica de desenvolvimento comercial.

 

O Dubai Sat 1 foi o primeiro satélite de observação lançado em 2009 e em 2013 lançou o Dubai Sat 2. Em Março 2014, a EIAST começou o trabalho de conceptualização do Dubai Sat 3 (renomeado de KhalifaSat).

 

A EIAST usou parcerias estratégicas, sobretudo a sua parceria com a Coreia do Sul, para fazer avançar os seus planos espaciais, sobretudo através da transferência de saber fazer e de peritos para o programa espaciais dos EAU.

 

Os Emirados Árabes Unidos têm um potencial excepcional para se tornar uma potência espacial emergente. O país rico em energia, tem os recursos financeiros, o conhecimento técnico e a vontade nacional necessárias para lançar um ambicioso programa espacial. Igualmente importante, o governo do Dubai tem motivações sócio-económicos e geo-estratégicas para entrar no espaço.

 

Em primeiro lugar, o Governo considera que um programa nacional espacial desempenha um papel importante no esforço para diversificar a economia, a criação de empregos qualificados e bem remunerados, e, por inferência, uma força de trabalho altamente qualificada e alta tecnologia. Ao longo destas linhas, EIAST construiu o seu programa espacial em tecnologias espaciais especificas para capacitar cientistas e engenheiros dos Emirados Árabes Unidos, com foco na transferência de conhecimento, e estabelecer a infraestrutura local, incluindo laboratórios, instalações e centros de educação.

 

Outra motivação do governo de Dubai para entrar no espaço está enraizada na geografia e localização estratégica dos Emirados Árabes Unidos, bem como a sua posição crucial no Golfo Pérsico. A tecnologia espacial permite que os Emirados Árabes Unidos tirem proveito dos atributos estratégicos do poder espacial - perspectiva, o acesso, presença e profundidade estratégica alargada - que oferece benefícios económicos e estratégicos além do mero prestígio. O DubaiSat-1 e o DubaiSat-2 podem revolucionar o uso da terra e de recursos, bem como o planeamento urbano, que beneficiam os Emirados Árabes Unidos e a região. Os Emirados Árabes Unidos têm o potencial para ser um grande jogador de espaço no Golfo e na região do Médio Oriente.

 

Podem ler mais sobre o programa espacial dos Emirados Arábes Unidos aqui.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Free Delivery on all Books at the Book Depository

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Follow