Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

Astropolítica

"Se se pudessem interrogar as estrelas perguntar-lhes-ia se as maçam mais os astrónomos ou os poetas." Pitigrilli

227 mil euros para startups espaciais

Dezembro 12, 2017

Vera Gomes

 

 

O governo britânico está a tomar medidas para tornar o país num paraíso para start-ups espaciais. Numa conferência na semana passada, a U.K. Space Agency anunciou que iria fornecer £ 200,000 (crca de €227,000) para lançar quatro novas incubadoras de empresas de tecnologia espacial. As novas incubadoras trarão o número total de clusters de inicialização espacial U.K. para 15. O maior, em Harwell, hospeda actualmente 80 empresas, com o objetivo de crescer para 200 empresas até 2030.

 

Para saber mais, basta clicar aqui. 

Brexit ou não? Eis a questão!

Junho 23, 2017

Vera Gomes

mixpzCor.jpg

 

O Brexit está a turvar as perspectivas das startups espaciais britânicas.

 

A incerteza sobre como o Reino Unido vai sair da União Européia significa que as empresas não sabem como poderão participar em futuras missões da UE ou terão acesso a programas de pesquisa da UE. As Startups advertem que um Brexit "difícil" poderia ser desastroso para elas.

 

As negociações do brexit começaram na segunda feira passada e deverão decorrer durante no máximo dois anos.

 

Podem saber mais aqui.

 

 

Reino Unido procura ideias para o seu futuro no espaço

Novembro 16, 2016

Vera Gomes

 

A Agência Espacial do Reino Unido lançou uma consulta pública para ideias para uma nova estratégia de implementação das prioridades políticas da sua National Space Policy publicadano final de 2015 (que podem ver aqui). 

 

Será curioso ver o resultado desta nova estatégia espacial britânica e como será moldada pelo Brexit. Assunto a seguir claramente, nos próximos meses. 

 

Os documentos para análise e envio de ideias, sugestões, etc estão disponíveis aqui

Brexit chega ao Espaço

Junho 30, 2016

Vera Gomes

 

Com o resultado do Brexit, muitas questões se colocam sobre o futuro entre Reino Unido e União Europeia. Nos últimos dias temos assistido a vários ultimatos por parte da União Europeia e dos respectivos Estados Membros para que o resultado do referendo sej posto em prática o mais rápido possível. O impacto do Brexit tem sido até agora tremendo e é díficil avaliar quanto será o preço final a pagar pela decisão de sair da União Europeia. 

 

O Espaço é igualmente afectado por estas decisão e muitas perguntas surgem, uma vez que o Reino Unido tanto como Estado Membro como de indústrias espaciais baseadas no Reino Unido, estão envolvidas nos programas espaciais emblemáticos da União Europeia: o Copernicus e o Galileo. 

 

Peter Selding, um jornalista especializado em assuntos do espaço, escreveu num artigo bastante interessante o resumo das principais questões relacionadas com Espaço e o Brexit e o que este pode significar para o Reino Unido. Quanto a respostas às questões, só o tempo as trará. Certo é que entre a decisão de sair e a oficalização da mesma, inúmeras negociações terão lugar, e o Espaço será certamente parte delas. 

Cooperação entre árabes e britânicos aumenta

Março 09, 2016

Vera Gomes

UK and UAE MoU signing

 

O Director Executivo da Agência Espacial do Reino Unido, Dr David Parker, e o Presidente da Agência Espacial dos Emirados Árabes Unidos, Dr. Khalifa Al Romaithi, assinaram um protocolo de cooperação que permite extensas actividades de cooperação no domínio do espaço entre o Reino Unido e os Emirados Árabes Unidos, incluindo parcerias em missões científicas e de acções de sensibilização para as actividades espaciais.

 

O documento, que podem ler na íntegra aqui, inclui um extenso quadro de cooperação entre as agências, incluindo a concepção e execução de estudos e projetos, o intercâmbio de dados e de informações científicas, uma troca de pessoal e formação de especialistas entre as duas agências, bem como as actividades governamentais relacionadas com a política espacial, a sensibilização do público e desenvolvimento humano.

 

Relembro que os Emirados Árabes Unidos têm apostado bastante no Espaço, tendo uma missão a Marte com lançamento previsto para 2020. Podem ler mais sobre os planos dos Emirados Árabes Unidos aqui.

Quer navegar em Marte? Já há mapa!

Fevereiro 16, 2016

Vera Gomes

tek mapa marte

 

A NASA continua a preparar a primeira missão com humanos ao Planeta Vermelho mas as imagens que têm vindo a ser recolhidas já foram usadas por uma agência britânica para fazer o primeiro mapa detalhado do terreno.

 

Não é que faltem fotos, vídeos e outros materiais multimédia sobre Marte, que têm sido profusamente partilhados pela agência espacial norte americana desde as primeiras missões da Curiosity no planeta, e que agora também chegam em 360º. Mas a agência britânica Ordnance Survey decidiu usar a informação que existe, e a sua tecnologia, para dar mais uma ajuda.

 

A aplicação de tecnologia de cartografia e de mapeamento foi usada para dar uma visualização que permite a qualquer pessoa ter uma ideia mais concreta sobre o terreno de Marte. E até planear uma visita quando as viagens de turismo espacial forem possíveis.

 

O mapa cobre uma área de 3672x2721 km da superfície de Marte e foi produzido numa escala de 1 para 4 milhões.

 

(retirado daqui)

Se pudesse, fazia o mesmo.

Janeiro 14, 2016

Vera Gomes

 Um casal que galhou milhões na Lotaria Britânica planeia gastar uma parte do seu prémio num voo espacial. David e Carol Martin ganahram 33.000.000 de Libras Esterlinas (qualquer coisa como 43,975,400€) na Lotaria Nacional no passado Sábado. David Martin disse que pretende comprar um bilhete à Virgin galatic, que actualmente custa cerca de 230 mil euros, para cumprir um sonho de longa data: viajar até ao Espaço. "Olhe para Tim Peake lá em cima. Eu adoraria fazer algo assim", disse ele, referindo-se ao astronauta britânico actualmente na Estação Espacial Internacional. "Agora eu tenho a oportunidade. É a fronteira final."

 

E vocês? Também comprariam um bilhete para um voo espacial se ganhassem o Euromilhões?

 

Reino Unido e Africa do Sul aproximam-se no Espaço

Julho 29, 2015

Vera Gomes

South Africa pictured from space.

África do Sul vista do Espaço.Creditos: ESA.

 

A Agência Espacial do Reino Unido e a Agência Espacial Sul-Africana (SANSA) assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) para aumentar a colaboração e revisão de áreas de interesse comum nos seus programas espaciais.

O Memorando de Entendimento foi assinado a 16 de Julho por Sir Mark Walport, conselheiro científico do chefe do Governo do Reino Unido, em nome da Agência Espacial do Reino Unido, e o Dr. Sandile Malinga, CEO da Agência Espacial Sul-Africana.

 

O Memorando de Entendimento irá intensificar o intercâmbio de informações, tecnologia e pessoal entre as duas agências. O documento cobre uma variedade de áreas onde ambas as agências poderão beneficiar da colaboração, incluindo oportunidades de pesquisa sobre tempo espacial, e ainda usar o instrtumento como espaço de partilha de informação no uso do espaço para aplicações relacionadas com as altrações climáticas, e partilha de dados por satélite. Outras ações incluem a identificação de oportunidades para SANSA para colaborar com indústrias espacial comercial locais e baseadas no Reino Unido e da partilha de infra-estruturas e sistemas de conhecimento do Reino Unido.

O aumento da colaboração entre as duas agências também vai ajudar a promover mais projectos espaciais, como SBAS África, que têm o potencial para produzir enormes benefícios sociais. SBAS África, uma colaboração Reino Unido - África do Sul, financiado através do Programa Espacial Parcerias Internacionais da Agência Espacial do Reino Unido, vai ajudar a melhorar a segurança da aviação através da criação e demonstração de novos sistemas de voo baseados em satélite.

Reino Unido abre caminho para um "spaceport"

Julho 23, 2014

Vera Gomes

 

O Reino Unido está focado em se tornar uma referência no que diz respeito a Espaço. Por isso anunciou 8 possiveis locais para ter um "spaceport":

 

- Campbeltown Airport (Escócia)
- Glasgow Prestwick Airport (Escócia)
- Llanbedr Airport (País de Gales)
- Newquay Cornwall Airport (Inglaterra)
- Kinloss Barracks (Escócia)
- RAF Leuchars (Escócia)
- RAF Lossiemouth (Escócia)
- Stornorway Airport (Escócia)

 

Neste momento a indústria espacial contribui para a economia com cerca de 11.3 biliões de libras esterlinas por ano e emprega cerca de 35.000 pessoas.

 
Podem ler mais sobre este assunto aqui.

Reino Unido precisa de programa espacial nacional

Novembro 18, 2013

Vera Gomes

George Osborne

 

 

A BBC publicou uma noticia sobre um estudo que foi realizado com o plano de acção a partir de 2014 na área do Espaço no Reino Unido.

 

O sector espacial do Reino Unido alcançou bastantes progressos dos últimos anos, mas agora precisa de um programa espacial nacional definido e devidamente financiado, diz o relatório.

É uma das mensagens-chave que sai desta análise, sendo que no Reino Unido a indústria espacial que tem vindo a crescer a uma média de mais de 7% ao ano, mesmo durante a recessão.

O Espaço Inovação e Estratégia de Crescimento (IGS) estabelece um plano para impulsionar as exportações de £2 bilhões para  £25 bilhões por ano até 2030.

Mas para conseguir isso, diz o relatório, o apoio do Estado deve ser mais coerente.

A maior parte do orçamento espacial civil no Reino Unido (cerca de £300m) é  gasto em programas organizados pela Agência Espacial Europeia. Um valor muito pequenoé gasto em iniciativas exclusivamente nacionais, e muitas vezes esse dinheiro é entregue para apoiar projetos especiais apenas a uma empresa/ centro investigação - como os £60m que em Junho foram anunciados para o motor de foguete Sabre que está a ser desenvolvido pela Reaction Engines Ltd.

Em constraste, a Alemanha, França e Itália - os outros principais jogadores espaciais na Europa - têm programas nacionais robustos para além da sua participação ESA.

O relatório da IGS estabelece um Plano de Acção para Crescimento  na área do espaço que acredita que poderá conduzir a um ambiente próspero para os negócios na área do espaço no Reino Unido - especialmente para as pequenas e médias empresas, ou PME.

Podem ler o relatório completo aqui e a noticia da BBC aqui.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Onde compro livros

Free Delivery on all Books at the Book Depository

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Follow